segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Bahia tem 126 candidatos milionários nas eleições deste ano.

Cerca de 11% dos 1.125 candidatos baianos nas eleições declararam patrimônio superior a R$ 1 milhão à Justiça Eleitoral. Levantamento feito pela Satélite com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta que 126 milionários estão na disputa deste ano aos cargos de governador, senado, deputado estadual e federal. Deste total, a maioria busca uma vaga na Assembleia Legislativa, com 64 postulantes na faixa dos milhões em bens registrados – equivalente a 50% do universo de milionários na eleição. Depois estão
os candidatos a deputado federal, com 54 casos – 43,2% do total. Três disputam o governo do estado e outros quatro, o Senado. Dentre os candidatos a vice-governador, somente João Leão (PP) integra o grupo, com patrimônio de  R$ 2 milhões.

Conheça o candidato mais rico ao cargo de deputado estadual da Bahia
Princípios
Entre os partidos, quem tem mais representantes neste grupo é o PSD, com 15 candidatos. Logo depois aparece o PP, com 14 integrantes. Na lista há representantes de 20 partidos, entre os tradicionais e os nanicos. 

O mais rico entre todos os postulantes do estado é Raimundinho da JR (PDT), que declarou patrimônio de R$ 20 milhões, conforme antecipado pela Satélite na semana  passada. Atrás dele está Paulo Magalhães (PSD), que busca a reeleição na Câmara  dos Deputados e registrou bens que equivalem a R$ 16,6 milhões. Reinaldo Braga  (PR), que busca a reeleição na Assembleia, está na terceira posição, com R$ 13  milhões, enquanto Claudio Cajado (PP), que tenta se manter no Congresso, vem em  seguida com R$ 11,1 milhões. O ranking dos cinco mais ricos nas eleições tem ainda o deputado federal e postulante à reeleição Lucio Vieira Lima (MDB), que declarou patrimônio de R$ 9,2 milhões. 

Em busca da reeleição
Dos 126 milionários baianos que disputam a eleição este ano, 49 são candidatos à reeleição – correspondente a 38,8% do total. A proporção é maior entre os postulantes à Assembleia Legislativa. Dos 64 milionários que concorrem ao legislativo estadual, 29 buscam a reeleição (45,3%). Entre aqueles que disputam a Câmara dos Deputados, 35% dos 54 postulantes tentam manter uma cadeira no Congresso – são 19 casos, segundo dados do TSE. 

Soltura
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu um habeas corpus para o ex-prefeito de Santo Amaro Ricardo Machado (PT), preso pela operação Adsumus acusado de comandar um esquema milionário de corrupção e desvios de recursos públicos entre 2012 e 2016. Na decisão, os ministros entenderam que as condutas praticadas mais de um ano antes, “sem notícias de novas condutas delituosas ou intercorrências no processo”. 

Ação mantida
O STJ também decidiu manter uma ação penal contra o prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira (PSD), por contratação de pessoal sem realização de concurso. A defesa dele pedia o trancamento da ação, que foi negada pela Corte pelo fato de o processo ainda tramitar no Tribunal de Justiça da Bahia.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário