sábado, 28 de julho de 2018

"Se Lula concorrer às eleições para Presidência, disputa termina no 1º turno", diz Haddad.

Neste sábado (28), o ex-prefeito de São Paulo e coordenador do programa de governo do PT, Fernando Haddad, afirmou que “se Lula disputar as eleições para a Presidência, sabemos que termina no primeiro turno”. 

O petista discursou durante a convenção estadual do partido, realizada na capital paulista, para confirmar o nome do ex-prefeito de São Bernardo do Campo Luiz Marinho como candidato ao governo do Estado. 

Em sua fala, Haddad destacou a ausência de provas na condenação de Luiz Inácio Lula da Silva pela Lava Jato e confirmou as palavras do ex-presidente citadas em uma carta, lida anteriormente. Lula enfatizou sua inocência e a existência de um golpe para afastá-lo da
corrida pelo Planalto. Haddad foi a primeira autoridade do partido a chegar e um dos nomes mais representativos do evento. No entanto, não assumiu protagonismo como alternativa de candidato à Presidência, na eventual ausência de Lula.

Há rumores de que o ex-prefeito esteja agindo nos bastidores neste sentido, porém, de maneira sutil. A simples presença de Haddad na conferência e sua ação como principal interlocutor de Lula seriam sinais de que o ex-prefeito poderia ser uma segunda aposta do partido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário